É o nome dado as cirurgias de correção das imperfeições estéticas das orelhas. A mais comum são das orelhas em abano, alteração que pode gerar complexos nas crianças na faixa etária de 5 a 6 anos que é quando começa a haver a conscientização da aparência.

Na faixa de 6 a 7 anos as orelhas já atingiram o desenvolvimento que permite a correção deste abano, a cirurgia geralmente é realizada por trás do pavilhão auricular, pela modelagem das cartilagens. É uma cirurgia que requer arte e conhecimento técnico. É raro, mas pode haver recidiva.

Anestesia: Geral / Sedação e local.

Tempo de internação: Aproximadamente de 8 horas.

Cuidados importantes:  uso de uma faixa ajuda na proteção do local.

Início da retirada dos pontos: Normalmente a sutura é feita com fios internos e absorvíveis, em alguns casos poderá haver a necessidade de pontos externos, que serão retirados em uma semana em média.

Repouso: Para crianças de 5-7 dias. Adultos: Capacidade para o trabalho em 3 dias.

É o nome dado as cirurgias de correção das imperfeições estéticas das orelhas. A mais comum são das orelhas em abano, alteração que pode gerar complexos nas crianças na faixa etária de 5 a 6 anos que é quando começa a haver a conscientização da aparência.

Na faixa de 6 a 7 anos as orelhas já atingiram o desenvolvimento que permite a correção deste abano, a cirurgia geralmente é realizada por trás do pavilhão auricular, pela modelagem das cartilagens. É uma cirurgia que requer arte e conhecimento técnico. É raro, mas pode haver recidiva.

Anestesia: Geral / Sedação e local.

Tempo de internação: Aproximadamente de 8 horas.

Cuidados importantes:  uso de uma faixa ajuda na proteção do local.

Início da retirada dos pontos: Normalmente a sutura é feita com fios internos e absorvíveis, em alguns casos poderá haver a necessidade de pontos externos, que serão retirados em uma semana em média.

Repouso: Para crianças de 5-7 dias. Adultos: Capacidade para o trabalho em 3 dias.

MARQUE UMA CONSULTA