O peeling – cujo nome vem do termo inglês, que significa “descascar” – é um procedimento que possui uma série de funções na rotina dermatológica: renovar a pele, melhorar a textura, fechar os poros, tratar hiperpigmentações, melasma, acne, estrias, cicatrizes de acne e envelhecimento.

Os peelings químicos, como o nome já diz, são as aplicações de ativos químicos como o ácido retinóico, ácido salicílico, tricloroacético, solução de jessner, ácido glicólico, 5-fluoracil e o peeling de fenol.

De acordo com o diagnóstico, essas aplicações podem ser superficiais, muito superficiais, médias e profundas, de acordo com a indicação e o objetivo do tratamento.

Destacamos que este procedimento deve ser realizado por um médico dermatologista ou um cirurgião plástico, para garantia do cliente.

O peeling – cujo nome vem do termo inglês, que significa “descascar” – é um procedimento que possui uma série de funções na rotina dermatológica: renovar a pele, melhorar a textura, fechar os poros, tratar hiperpigmentações, melasma, acne, estrias, cicatrizes de acne e envelhecimento.

Os peelings químicos, como o nome já diz, são as aplicações de ativos químicos como o ácido retinóico, ácido salicílico, tricloroacético, solução de jessner, ácido glicólico, 5-fluoracil e o peeling de fenol.

De acordo com o diagnóstico, essas aplicações podem ser superficiais, muito superficiais, médias e profundas, de acordo com a indicação e o objetivo do tratamento.

Destacamos que este procedimento deve ser realizado por um médico dermatologista ou um cirurgião plástico, para garantia do cliente.

MARQUE UMA CONSULTA