Sobre a Cirurgia Plástica

Cirurgia Plástica, arte aplicada ao corpo humano, aonde acuradas técnicas cirúrgicas permitem que anos sejam tirados em harmonia à naturalidade e semelhança fisionômica, além de mudanças corpóreas pela redução ou aumento das mamas e a lipoescultura das gorduras do corpo, entre outra tantas cirurgias que modelam e resgatam a autoestima, com influência psicológica positiva.

Nas últimas décadas a Cirurgia Plástica evoluiu muito, seus resultados são mais naturais, colas e curativos especiais trazem conforto ao paciente, a volta a vida ativa é mais rápida, o nível de dor muito baixo e na maioria dos casos nulo.

Tratamentos dermatológicos complementam as cirurgias principalmente na face, aonde ácidos, cremes de última geração e os aparelhos mais modernos da tecnologia Laser, fazem a diferença.

Muito importantes são os cuidados fisioterápicos, como a drenagem linfática e o ultrassom, entre outros tratamentos, para o sucesso cirúrgico. Segurança acima de tudo é o que se busca para qualquer atividade cirúrgica, bons hospitais e uma equipe cirúrgica aonde somente cirurgiões com o Título de Especialista em Cirurgia Plástica atuem são fatores fundamentais para isso.

Instrumental cirúrgico próprio de primeira linha são necessários, devem ser cuidados e esterilizados segundo as exigências mais severas.

Cirurgiões Plásticos

Orientações Importantes

Todas as informações aqui prestadas tem como objetivo o esclarecimento de um modo fácil de ser entendido, com observações pessoais, podem ser encontradas em livros didáticos e no Google, não visam a promoção individual.

Apesar de raras toda e qualquer cirurgia está sujeita a complicações do tipo: Dor, edema persistente, infecções na ferida cirúrgica e nos pontos, necrose da pele, deiscência das suturas, hematomas, seromas, cicatrizes inestéticas, quelóides, escurecimento e endurecimento das áreas operadas, retrações que possam trazer desvios inestéticos, insensibilidade transitória ou permanente, paralisias transitórias ou permanentes, necessidade de re-operações, necessidade de um segundo tempo cirúrgico complementar, formação de cápsulas endurecidas ao redor das próteses de silicone, extrusão das próteses de silicone, alergias a fios e a material de curativo, choque anafilático e morte, entre outras.

Nenhuma cirurgia deve ser programada sem que haja mútuo conhecimento em equipe, o paciente deve ser orientado e conhecer o Médico.

A grande maioria das complicações ocorrem por falta de colaboração e descuido do paciente, como exemplo, acabou de operar as mamas e dormiu de bruços ou de lado. Os pontos que fecham a ferida cirúrgica não são feitos para suportar esse tipo de tração e abrem, isso é uma deiscência de sutura.

Boa leitura.

Cirurgias na Face

Cirurgias nas Mamas

Cirurgia no Abdômen, braços e coxas

Cirurgia do Contorno Corporal

Cirurgia Reparadoras

rodape

Clínica Bersou - Todos os Direitos Reservados.
Site desenvolvido pela designKapital